Como desenvolver seu estilo pessoal

Quando lemos sobre moda, tendências são as primeiras coisas à mente.  O que está em alta, como se usar, como adaptar ao seu biotipo ou combinar com o que já se tem… Tudo isso muda a cada três meses – quando não antes. As transições constantes da indústria são o que caracterizam o caráter efêmero da moda.

E nós também mudamos. Quem eu sou hoje não se identifica com minhas melissas perfumadas de dez anos atrás. Assim como quem irei me tornar amanhã, talvez já não goste mais de veludo molhado.

Com tantas fases, fica fácil se sentir perdida. Aí entra o estilo pessoal. Ainda que eu esteja sempre descobrindo outras facetas sobre mim, sempre tenho a confiança de me expressar com o que visto.

Você sabe qual é o seu estilo?

A consultora de imagem Karla Giacomet me contou algumas verdades sobre o estilo pessoal e a melhor forma de descobrir qual é o seu.

Você está sempre certa

Eu sei…  Não é o que dizem por aí. Mas a grande verdade é que não existe uma regra rígida. Tampouco certo e errado. 

Não existe ninguém sem estilo

“Todo mundo tem estilo, o que pode acontecer é que isso fique confuso ou difícil de compreender”, conta Karla. Seu estilo é parte de quem você é. É o resultado das suas referências, de onde nasceu, sua família, crenças… Uma construção com várias influências ao longo da vida.

Como você se vê, interfere em como você se apresenta

A auto percepção corporal ou a falta dela interferem diretamente em como decidimos nos apresentar. “Muitas vezes ficamos limitados a determinadas peças por termos uma imagem distorcida do nosso corpo”, diz Karla. Pode ter sido algo que sua mãe disse quando era pequena ou o bullying sofrido na escola. A memória de algo apontado como defeito, causa empecilhos, congelando uma imagem que nem sempre é fiel à realidade.

Como você entende seu corpo? Seu rosto?

 

Seu estilo muda junto

Nosso estilo muda de acordo com nossas etapas e momentos. Assim como os valores se modificam com o passar dos anos, mudando nossas prioridades, também faz nosso estilo.

Eu tô te confundindo pra te esclarecer

A enorme carga de informações que recebemos nem sempre ajuda. “No afã de seguir tantas tendências, acabam adquirindo de tudo, deixando o armário cheio de coisas que não tem a ver conosco”, explica a consultora.

É isso que faz um guarda roupa estar cheio e ainda assim dar a sensação de que não há nada para usar. Quando compreendemos a nós mesmas, só deixamos no armário as peças que nos representam.

Sua vida muda, seu estilo também

Existem alguns estilos base

Seja na Consultoria de Imagem ou em algum site por aí, você já deve ter se deparado com um Teste de Estilo. Como explica Karla, eles dão um parâmetro para que você entenda melhor o que gosta: “Os estilos variam do mais tradicional ao mais criativo. E você tem várias perspectivas para se olhar e perceber seu estilo”.

Por exemplo, qual é o estilo de decoração de sua casa? Mais moderna, clássica ou rústica? Você gosta de cores mais suaves ou fortes? Muito ou pouco contraste? Estampas?

Sua personalidade está diretamente relacionada ao seu estilo

Se é alguém mais tradicional e discreto assim será o seu vestir. Já se você for criativa, é natural que coloque essa característica nas suas roupas. Se é urbana e moderna. Ou feminina, sensual e exuberante. Se é mais prática e não abre mão do conforto ou extremamente elegante.

Cada peça vai contar sua história, nos mínimos detalhes.

.

.

Créditos fotos
Fotografia e Produção Executiva: Fran Machoski
Styling: Ana Beatriz Villas Bôas
Beleza: Thatiani Silva
Cabelo: Maicon Dantas – Espaço AC
Vestido: Morena Sul

 

Como desenvolver seu estilo pessoal

Sobre o autor
- O nome é Hellen, mas pode chamar de Hell. Jornalista, feminista e contraditória, tenho como combustíveis o café, poesia e boas gargalhadas. Minha relação com a escrita é a mais longa que já tive, mas vivo em flerte com a moda. Sou aficionada por histórias, portanto é fácil me encontrar em um brechó, as buscando nas roupas; em um sebo, perdida nas páginas dos livros; ou observando tudo que há a volta – cuidado para não trombar comigo! Acredito na beleza como um sentimento e na moda como uma expressão cultural.

Comentários no Facebook